Comportamento dos preços, existência de ágio ou deságio, margens, instituições e canais na comercialização de cacau no ano de 2009

Text Resize

-A +A
Descrição 

A redução da área adubada, da área de controle de pragas e doenças na cacauicultura e principalmente o aparecimento da doença vassoura-de-bruxa em 1989, reduziu muito a produção brasileira de cacau em amêndoas. Essa redução na produção provocou um déficit do produto no mercado interno. As indústrias para honrar seus compromissos ofereceram um ágio, ou seja, um prêmio em US$/t pagos acima do preço cotado na Bolsa de Mercadoria de Nova York. Este trabalho buscou mensurar o valor desse ágio, tomando por base o preço ao produtor e comparando com o preço ao produtor cotado na bolsa NY bruto e o preço ao produtor líquido cotado na bolsa NY para exportação. Calculou as margens de comercialização na exportação e analisou as instituições e canais de comercialização. Os resultados comprovaram no ano de 2009 a existência de um ágio no preço em US$/t ofertado pelas indústrias no mercado interno. O trabalho mostra também que depois da crise os produtores estão se organizando melhor e buscando a organização da produção em torno de cooperativas agroindustriais de chocolate obtendo um melhor desempenho dentro dos canais de comercialização.

Categoria do Artigo 
Socioeconomia