Projeto de Irrigação Ponto Novo

Text Resize

-A +A

Compartilhar

Português, Brasil
Área de Interesse 
Irrigação
Tipo 
Projetos

PROJETO DE IRRIGAÇÃO

PONTO NOVO
 

Ponto Novo era uma das cidades mais pobres da Bahia. Com grandes estiagens, as perspectivas de produção de alimentos para subsistência já eram difíceis e a produção para o mercado era quase inimaginável. Mas a barragem no Rio Itapicuru-Açu está provocando grande transformação na região. Graças ao Projeto de Irrigação Ponto Novo, a economia, o cenário social, e a vida do homem dessa região ganham novas perspectivas. O Governo da Bahia, através da SEAGRI - Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária e da SEMARH - Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, com apoio do Banco Mundial, está buscando desenvolver o potencial produtivo do semi-árido baiano.

OBJETIVOS

Desenvolver o potencial produtivo do semi-árido baiano, com o aproveitamento da barragem de Ponto Novo como fonte hídrica de suprimento,promovendo a integração entre os pequenos e médios produtores, objetivando ganhos com a implantação de uma economia de escala e a verticalização da produção com a constituição de associações e empresas responsáveis pela comercialização de insumos, beneficiamento agrícola, industrialização e venda da produção.

INVESTIMENTO

Investimento total R$ 75,3 milhões, sendo R$ 35,6 milhões na implantação da barragem e R$ 39,7 milhões nas obras de irrigação e linha de transmissão.

LOCALIZAÇÃO

DADOS GERAIS DO PROJETO

  • Localização: Entre Salvador e Juazeiro, às margens da BR-407
  • Fonte hídrica: Barragem de Ponto Novo com capacidade de acumulação de 40 milhões de metros cúbicos de água.
  • Área Total: (3.443,36 ha)
    2.536,57 hectares irrigáveis, sendo:

    46 lotes (área média de 5 ha) para pequenos produtores;
    62 lotes (área média de 30 ha) para médios produtores;
    110 ha para produção de feno de alta qualidade (Pulmão Verde).
    751,85 ha de Áreas de Reserva.
  • Principais explorações: Fruticultura e Horticultura
  • Produção: 60 mil toneladas / ano
  • Valor da produção: R$ 30 milhões / ano
  • Empregos diretos: 2.600
  • Empregos indiretos: 3.900

PRINCIPAIS OBRAS

  • Estações de Bombeamento:
    Eb1 - 6 Moto-Bombas de 400 cv
    Eb2 - 6 Moto-Bombas de 150 cv 
  • Canais de Gravidade:
    Comprimento Total 18.976 m 
  • Adutora de Recalque:
    AR-1 (2) Tubulações Ferro Fundido DN 1.000 mm - 1.346 m
    AR-2 (2) Tubulações Ferro Fundido DN 700 mm - 970 m 
  • Chaminé de Equilíbrio:
    AR-01 (1) 28,50m/h x O 3,60m
    AR-02 (1) 17,12/h x o 3,98m 
  • Estação de Pressurização (2):
    3 bombas DD 75 kv 
  • Sistema de Eletrificação:
    Alta tensão 13,8 kv - 34 km
    Subestação (potência instalada de 7,975 MVA) 
  • Sistema Viário:
    Caminho de serviços - 45 km 
Contato