Frutal quer atingir R$ 50 milhões

Text Resize

-A +A

Compartilhar

09/09/2004

Frutal quer atingir R$ 50 milhões


 A boa fase anima Euvaldo Bringel Olinda, presidente da 11ª Semana Internacional da Fruticultura, Floricultura e Agroindústria - que começa na próxima segunda-feira, no Centro de Convenções Edson Queiroz, em Fortaleza - a projetar bons negócios. O encontro deve receber 37 mil pessoas e o dirigente trabalha com a perspectiva de movimentar R$ 50 milhões durante a semana, soma representada pelas exportações - correspondendo a cerca de US$ 9 milhões - e negócios nos estandes. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Ceará (Sebrae-CE) e a Comissão do Comércio Exterior comandam as rodadas de negócios, com suporte de consultores e instituições financeiras.

A edição deste ano traz novidades como a Agriflor, maior feira de flores do mundo pela primeira vez ao Brasil. "Estamos trabalhando para que as flores brasileiras possam atrair, cada vez mais, novos investidores", afirma Bringel, para quem o Ceará está bem localizado e é organizado no setor de floricultura.

O Instituto Frutal realizou parceria com a holandesa HPP World-wide, empresa comandada por Dick Van Ramsdonk, um dos promotores da Hortifair, em Amsterdan, e que já promove edições na Rússia, Estados Unidos, Equador, Quênia, Japão e China, onde adota o nome de Agriflor. A negociação envolveu a Secretaria da Agricultura do Ceará (Seagri).

Bringel diz que a Frutal-Agriflor Brasil 2004 abre caminhos para que o Ceará se torne um dos maiores exportadores do setor, além de conquistar novos investidores. A estratégia garante ao Estado lugar no circuito mundial de eventos do setor e com a possibilidade de atrair importadores e empresas de produtos e serviços.

A exportações cearenses de flores somaram algo em torno de US$ 442 mil em 2002 e evoluíram para US$ l,088 milhão, ano passado. A projeção para este ano é de atingir US$ 2 milhões, representando 144,4% de aumento, dados da Seagri. "O Programa Setorial Integrado, da Agência de Promoção da Rxportação, exclusivo para Flores e conduzido pelo agrônomo Rubens Aguiar da Seagri, é considerado um dos melhores em resultados." A edição 2004 inclui na programação o Seminário de Direito de Proteção de Cultivares.