Evento marca entrega de primeiras mudas de mandioca a produtores

Text Resize

-A +A

Compartilhar

07/11/2014
Imprensa Seagri
Area de Interesse 
Agricultura Familiar

Evento marca entrega de primeiras mudas de mandioca a produtores

 

A entrega das primeiras mudas de mandioca para produtores de manivas-sementes, vai acontecer na próxima terça-feira (11), às 8h, no Assentamento Caxá, município de Marcionílio Souza (BA), momento que marca o início da segunda fase do projeto “Rede de multiplicação e transferência de materiais propagativos de mandioca com qualidade genética e fitossanitária para o estado da Bahia”. O evento contará com a presença de representantes das diversas instituições parceiras e autoridades municipais, estaduais e federais.

O Reniva, como é conhecido o projeto, tem por objetivo possibilitar o acesso de agricultores familiares ao material propagativo de mandioca com essas importantes características, partindo de variedades de mandioca de uso tradicional dos produtores e também de cultivares geradas pela pesquisa.

O Instituto Biofábrica de Cacau (IBC), que vem multiplicando as mudas, vai transferir para esse primeiro maniveiro 13 mil mudas. Ainda em novembro, ao todo 15 maniveiros deverão ser contemplados com a mesma quantidade de mudas cada um, e, até o fim do ano, a previsão é de atender a 55 produtores de manivas-sementes.

No evento, será realizada apresentação técnica sobre plantio de mudas de mandioca sob irrigação. As atividades do dia 11 deste mês estão sob a coordenação do engenheiro agrônomo José Carlos dos Santos, coordenador estadual da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA) no projeto Reniva.

Hoje atuam no projeto a Embrapa Mandioca e Fruticultura (coordenação técnica); Superintendência Federal de Agricultura (SFA-BA), Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Mandioca e Derivados da Bahia, Secretaria Estadual da Agricultura (Seagri); Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA); Instituto Biofábrica de Cacau; Cooperativa dos Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan); Cooperativa de Produtores de Amido de Mandioca do Estado da Bahia (Coopamido); Cooperativa Mista Agropecuária dos Pequenos Agricultores do Sudoeste da Bahia (Coopasub); Escola Rural Tina Carvalho/Fundação José Carvalho; Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR); Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb); Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag-BA); e Comissão Executiva de Planejamento da Lavoura Cacaueira (Ceplac).
 

Contatos:

Embrapa Mandioca e Fruticultura (jornalista Léa Cunha) - (75) 3312-8076 - mandioca-e-fruticultura.imprensa@embrapa.br
EBDA - (jornalista Sílvia Costa) – (71) 3116-1907 / 9156-7427 ebda.imprensa@ebda.ba.gov.br
 

Informações: Ascom EMBRAPA Mandioca e Fruticultura