SENAR contribui para preservação do Bioma Cerrado por meio do Projeto ABC Cerrado

Text Resize

-A +A

Compartilhar

12/09/2017
Sistema FAEB
Area de Interesse 
Agronégocio

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) contribui para o desenvolvimento da agropecuária e do Cerrado brasileiros por meio da capacitação de produtores rurais nas tecnologias de baixa emissão de carbono com foco na produção sustentável. Esse é o Projeto ABC Cerrado, que iniciou em agosto de 2017 a segunda fase da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) para mais 400 propriedades rurais nos estados de Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Tocantins.

Este ano, o SENAR já capacitou 1.370 produtores em 110 turmas nos oito estados que fazem parte da iniciativa: Distrito Federal e nos estados da Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Piauí e Tocantins. A tecnologia mais procurada é a Recuperação de Pastagens Degradadas, seguida da Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (iLPF). “A procura pela Recuperação de Pastagens confirma a tendência com a tomada de recursos da linha de crédito do ABC, onde a maioria do recurso é destinada a essa tecnologia”, explica o coordenador do ABC Cerrado, Mateus Tavares.

Segundo ele, a degradação das pastagens acontece principalmente pelo manejo inadequado da pastagem como, por exemplo, as altas taxas de lotação do pasto aliada a uma baixa prática de reposição de nutrientes nos solos. “A capacitação do SENAR vem ensinar ao produtor exatamente isso, a fazer o manejo adequado da produção de forrageira e a nutrir o solo para mantê-lo saudável e garantir a alimentação do rebanho.”

Tavares reforça que o SENAR vai realizar ainda 80 turmas para cumprir a meta deste ano na segunda fase do projeto. “A execução do projeto está dentro da meta para a fase. Agora estamos coletando os questionários de linha de base que vão subsidiar a pesquisa que indicará a efetividade da capacitação e da ATeG na implantação das tecnologias ABC nas propriedades rurais”, conta. Os questionários serão aplicados em Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, Tocantins e Maranhão. “Também estamos promovendo dias de campo para apresentação de resultados com produtores atendidos pela Assistência Técnica e Gerencial na fase 1”, completa.

O Projeto ABC Cerrado é uma parceria do SENAR com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Embrapa, com recursos do Programa de Investimentos em Florestas do Banco Mundial. A iniciativa visa sensibilizar o produtor rural para a utilização de práticas agropecuárias de baixa emissão de carbono. As tecnologias são Recuperação de Pastagens Degradadas, Integração Lavoura-Pecuária Floresta, Sistema Plantio Direto e Florestas Plantadas. Do início do projeto até agora, o SENAR capacitou mais de três mil produtores e 1.570 propriedades receberam Assistência Técnica e Gerencial.

Para saber mais sobre o ABC Cerrado, acesse o blog ABC no SENAR: www.senar.org.br/abcsenar

Exibir no Canal do Agroinvestidor? 
0