MAPA PRORROGA ESTADO DE EMERGÊNCIA FITOSSANITÁRIA NA BAHIA E EM MAIS CINCO ESTADOS

Text Resize

-A +A

Compartilhar

07/11/2017
Ascom - Seagri
Area de Interesse 
Desenvolvimento Agrícola

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) prorrogou até o dia 30 de julho de 2018, o estado de emergência fitossanitária relativo ao risco de surto da Helicoverpa armigera (lagarta) em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Piauí, Maranhão e Bahia. O objetivo da prorrogação é para implementação do plano de supressão da praga e adoção de medidas urgentes. Com isso, os agricultores dos estados afetados poderão importar benzoato de emamectina para usar em suas lavouras, a fim de combater a praga que atinge principalmente as lavouras de soja, algodão e milho.

Além da permissão para importação do inseticida, o plano de supressão da praga prevê medidas como o uso de cultivares que reduzam ou eliminem as populações da praga; determinação de épocas adequadas de plantio e restrição de plantios posteriores; vazio sanitário para deixar a terra sem cultivo, uso de controle biológico; utilização de controle químico; uso de armadilhas, iscas ou outros métodos de controle físico; determinação da adoção do manejo integrado de pragas emergencial; disseminação de agentes de controle biológico nas áreas afetadas; e práticas culturais, como rotação de culturas, adoção de áreas de refúgio, destruição de restos culturais e plantas voluntárias.

O Secretário Vitor Bonfim, após várias reuniões com o presidente da AIBA, Celestino Zanella, com o presidente da ABAPA, Júlio Cézar Busato, com o presidente da PROSOJA, Alan Juliane, e o presidente da ADAB, Paulo Cézar Simões, reiterou junto ao Ministro da Agricultura Blairo Maggi, a renovação do estado de emergência fitossanitária, pedido que foi atendido imediatamente, em referência ao excelente trabalho feito pela Bahia, durante o estado de emergência, sendo referência na parceria público-privada.  

 

 

Fonte: Ascom – SEAGRI

Exibir no Canal do Agroinvestidor? 
0