LAVAGEM DO BONFIM TEM PROCISSÃO DE FIÉIS E PRESENÇA DE AUTORIDADES.

Text Resize

-A +A

Compartilhar

11/01/2018
Ascom - Seagri
Area de Interesse 
Institucional

Nesta quinta-feira, (11), aconteceu a 2ª maior festa popular do estado, a Lavagem do Bonfim. O evento fica atrás somente do carnaval, a festa atrai turistas do Brasil e de várias partes do mundo, além, claro, dos baianos, que percorrem o trajeto de 8km entre as Basílicas de Nossa Senhora da Conceição da Praia e a do Senhor do Bonfim. A Lavagem do Bonfim, uma das mais democráticas do país, reúne fiéis católicos, além de religiões de matrizes africanas, espiritismo, e outras que trazem com sigo todo o sincretismo da data, as mesmas se unem ao logo do caminho que é feito a pé pelos devotos. O percurso é acompanhado pelas baianas e por todos que participam do evento vindo tradicionalmente vestidos de branco, as baianas são as responsáveis pela lavagem das escadarias da Igreja do Bonfim, durante o trajeto, fiéis renovam seus votos de fé, pedindo ou agradecendo as graças alcançadas. Fazer o percurso e subir a colina sagrada é prova de devoção, garante os fiéis.

A turista da Inglaterra Jenny Mcyntyre, da cidade de Minster, 34 anos, aproveitou a parada do Navio Cruzeiro em Salvador para conhecer a festa. “Estou impressionada com o numero de pessoas indo a pé, de uma igreja a outra, são quase 10 km não é isso?” Indagou, ficando ainda mais surpresa. “É inacreditável a fé das pessoas, vi mulheres descalças aqui, que coragem” Resumiu. O governador do Estado da Bahia, Rui Costa chegou a Basílica Santuário Nossa Senhora da Conceição da Praia no comércio acompanhado do Vice-Governador João Leão, do Secretário da Agricultura da Bahia Vitor Bonfim, da Senadora Gleisi Hoffman, dos Secretários de Governo, entre outras autoridades, para participação do ato ecumênico que deu inicio as comemorações em homenagem ao dia do Sr. Do Bonfim.

O governador destacou a importância da Lavagem do Bonfim, “O Bonfim é um momento de fé e demonstração da crença e da convicção dos valores espirituais do povo da Bahia, o Sr do Bonfim tem uma simbologia grande e mesmo os que não são católicos, identificam na caminhada rumo a igreja, um momento de fé do povo, independente da religião de cada um e dos valores espirituais, isso simboliza muito o que é a Bahia, esse sincretismo entre as religiões diferentes, é acima de tudo a união do nosso povo”. Afirmou.

Na ocasião a FBA (Federação Baiana de Atletismo) deu largada a tradicional corrida, saindo da Igreja Nossa Senhora da Conceição até a Igreja do Bonfim. A imagem do Senhor do Bonfim saiu logo em seguida no tradicional cortejo da Lavagem de Corpo e Alma, acompanhado pelo Padre Edson, dando início logo após sua saída ao ato ecumênico e ao fim da cerimônia, tendo em sequencia, a tradicional caminhada oficial que ocorre entre a igreja Nossa Senhora da Conceição da Praia no Comércio, e a Colina Sagrada, no Bonfim.

Fonte: Ascom Seagri   

Exibir no Canal do Agroinvestidor? 
0