Projeto de Fazenda Escola na Barra tem Termo de Cooperação assinado

Text Resize

-A +A

Compartilhar

17/06/2020

O Programa de Desenvolvimento Econômico da Região Oeste segue com ações voltadas à implementação de projetos que estão colaborando para um crescimento ainda maior dos setores ligados ao campo. A Secretaria de Agricultura acaba de assinar Termo de Cooperação Técnica para implantação de uma Fazenda Escola no CEEP Águas, no município de Barra, Território de Identidade do Velho Chico. O termo formaliza a parceria entre quatro secretarias de Estado da Bahia, a de Desenvolvimento Econômico (SDE), a de Educação (SEC), a de Desenvolvimento Rural (SDR), além da SEAGRI.  

“A formalização do documento é um grande passo para a implantação futura dessa unidade de ensino, que será referência no Brasil e trará reflexos na pesquisa, na capacitação de agricultores e no fortalecimento do agronegócio. Iremos nos empenhar para alcançar os melhores resultados nessa empreitada coletiva que reúne os esforços das quatro secretarias”, comenta André Liger, coordenador das Câmaras Setoriais da SEAGRI e um dos representantes para as ações de fiscalização da execução do Termo de Cooperação Técnica.

A Fazenda Escola Centro Estadual de Educação Profissional Águas será sustentável e de referência na formação agrotécnica e agroindustrial. A partir da aprovação do Termo, passa a ser elaborado um Plano de Trabalho que irá elencar as obrigações de cada parceiro, com estabelecimento de metas a serem atingidas e cronogramas. Toda a coordenação do projeto será realizada de forma conjunta entre SDE e SEC.

A SEAGRI fica responsável por estudos técnicos para elaboração e execução do projeto de irrigação da área destinada às atividades agrícolas, pecuárias e agroindustriais do CEEP Águas. Também irá colaborar com a instrumentalização da Fazenda Escola. Para isso, iniciou mapeamento de equipamentos e instrumentos cedidos a associações e/ou cooperativas, destinados à implantação de agroindústrias e que não foram utilizados ou nesse momento não vêm sendo utilizados. Isso para que os instrumentos disponíveis sejam repassados para o CEEP. Também à SEAGRI cabe buscar parcerias junto à iniciativa privada e organizações da sociedade civil para a doação de matérias-primas, insumos, mudas, sementes, máquinas, equipamentos e serviços técnicos especializados.

A Fazenda Escola terá uma área irrigada de 130 hectares na qual os alunos irão cultivar cana-de-açúcar, soja, milho, feijão, algodão, capim e também frutas como uva, manga, banana e caju. O projeto prevê, pela parte agroindustrial, a implantação de unidades para o processamento das frutas, inclusive com produção de sucos, espumantes e vinhos. A isso se soma uma usina de açúcar e etanol.