Estudo acaba de ser divulgado e mostra que a safra 2021 será ainda maior do que a do ano passado, que já foi recorde

Text Resize

-A +A

Compartilhar

08/07/2021

Todos os indicadores mostram que a Bahia caminha para mais uma safra recorde de grãos, agora em 2021. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) acaba de anunciar seu mais novo boletim de acompanhamento do Agro do país e os números apresentam uma expectativa de crescimento na produção de grãos, na Bahia, da ordem dos 4,1%, atingindo 10.474.922 toneladas. Confirmados, esses números irão representar o segundo recorde seguido do estado no tangente à produção de grãos, já que em 2020 a Bahia atingiu a maior tonelagem consolidada de toda a série histórica: 10.063.245.

Os dados apresentados somam, na rubrica “grãos”, os cereais, as leguminosas e as oleaginosas. Confirmando-se as estimavas, que segundo o próprio IBGE vêm se mantendo estáveis, a Bahia terá, em 2021, a sétima maior produção de grãos do país, respondendo por 4,1% do total nacional.

“Os dados são animadores e refletem o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Governo do Estado, através de políticas e ações que impactam diretamente no aumento das produções, na criação de empregos no campo e acréscimo na renda para os produtores e trabalhadores do setor. Isso somado pelos esforços de quem trabalha no campo e que, mesmo diante da pandemia que atravessamos, encontrou novos caminhos para fortalecer ainda mais a atividade rural”, comentou o secretário da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura da Bahia, João Carlos Oliveira.

Segundo o estudo do IBGE, o grão que irá apresentar a maior safra em 2021, na Bahia, é a soja, com previsão de colheita de 6.834.000 toneladas, 12,6% a mais do que a tonelagem aferida em 2020. Isso se deve a dois fatores: o crescimento da área plantada em 4,9%, passando de 1.620.600 para 1.700.000 hectares; e o maior rendimento médio da produção da soja no estado em 2021, saltando dos atuais 3.746 para 4.020 kg/hectare.

O milho desponta como o segundo grão com estimativa de maior safra em 2021, na Bahia. Na primeira safra, a estimativa de colheita é de 1.900.000 toneladas, superando em 5,5% a safra de 2020. No tangente ao milho, o estudo do IBGE indica que o aumento se dá devido ao crescimento de 12,8% na área plantada, que passa, segundo a pesquisa, dos 363.500 hectares de 2020 para estimados 410.000 na previsão atual.

 

Texto: Ascom SEAGRI (com informações do IBGE)
Foto: Div./Ascom SEAGRI
Imagem manipulada: Div./Ascom SEAGRI