Pequeno produtor de Nova Fátima conquista Selo de Inspeção Estadual para laticínio

Text Resize

-A +A

Compartilhar

12/08/2021

A força do pequeno produtor também impulsiona a cadeia produtiva de laticínios na Bahia. No final da tarde desta quinta-feira (12), a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) entregou o certificado do Selo de Inspeção Estadual (SIE) ao Laticínio Santana.  Localizado no município de Nova Fátima, o empreendimento gera 50 empregos diretos e indiretos na região e, com um investimento de três milhões de reais, já possui uma capacidade instalada de 20 mil litros de leite por dia. A inauguração do laticínio, agora com SIE, acontecerá no próximo dia 29.

O laticínio existe desde 1996 e, ao longo desse tempo, o pequeno produtor Hélio de Santa Ana dos Santos foi adequando sua produção para sair da informalidade e conquistar novos mercados. O Selo veio após sete anos de experiências e aprendizados com o corpo técnico da Adab. “Depois de muito esforço, alcançar esse objetivo é uma conquista muito importante. Eu sempre quis ter o meu próprio negócio e agora que estou dentro da legalidade, penso em expandir meu laticínio, produzindo bebida láctea e iogurte e com o apoio da Adab sei que ainda vou longe”, comemorou Santos. O principal produto do Laticínio Santana é o queijo mussarela, mas ele também comercializa requeijão e queijo coalho para a região de Feira de Santana e Salvador.

“Com o SIE, o empreendimento pode vender para todos os municípios baianos, conquistando novos mercados e melhorando a qualidade dos produtos de origem animal que chegam à mesa dos baianos”, acrescentou o diretor geral da Adab, Oziel OIiveira, durante a entrega do certificado, informando que cerca de 100 famílias são fornecedoras de matéria-prima para o laticínio e beneficiadas pelo empreendimento. “Estamos oferecendo orientação técnica adequada para que mais produtores tenham a mesma chance que o Laticínio Santana e acesso a mercados consumidores capazes de reconhecer a força do pequeno produtor na Bahia”.

Na avaliação do diretor de Inspeção da Adab, Rafael Mendes, que participou dos procedimentos para a regularização do laticínio e emissão do SIE, este é um exemplo de como não existem fronteiras quando o empenho está aliado ao trabalho. “O SIE dará uma nova identidade ao produto, trará novos horizontes à empresa, tornando um pequeno produtor em um empresário de sucesso num futuro próximo”, finalizou Mendes, acompanhado pelo diretor de Pecuária da Secretaria de Agricultura, Fábio Cedraz que destacou que “entre os empreendimentos de pequeno porte que visitei, este é um dos melhores que já vi”.

 

Texto: Ascom/ADAB
Foto: Divulgação