Painel de Memórias

Text Resize

-A +A
  • 2015

    Anunciado pelo Diário Oficial de hoje, 25 de novembro, o Deputado João Vitor de Castro Lino Bonfim é o novo Secretário da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura.

    Nascido em 25 de Julho de 1981, João Vitor é natural de Ibotirama - Bahia, formado em Direito pela Universidade Católica do Salvador.

  • 2015

    “A defesa, vegetal e animal, é essencial para a agropecuária”, afirmou o deputado estadual licenciado e gestor público Paulo Câmera, durante seu discurso na solenidade na qual foi empossado como secretário estadual da Agricultura. Ele defendeu investimentos em pesquisas nesse setor, unindo as áreas científica, social e de produção, visando prevenir o ingresso de pragas no Estado.

  • 2015

    Pela primeira vez em sua história, Seagri é comandada por uma mulher

    No segundo dia de janeiro de 2015, a médica veterinária Fernanda Ferreira Mendonça assumiu o cargo, transmitido pelo então secretário, Jairo Carneiro, em cerimônia realizada no auditório da secretaria. “O desafio é muito grande, primeiro por ser mulher, e segundo por estar assumindo uma secretaria que foi tão bem comandada nos últimos anos por Roberto Muniz, Eduardo Salles e Jairo Carneiro”, disse ela, destacando que fará uma gestão participativa, dialogando com os servidores e com foco na transversalidade das ações defendida pelo governador Rui Costa.

  • 2014

    Plano Safra da Bahia 2014/2015 destina R$ 1,2 bi em crédito para agricultura familiar. O governo do estado, através da SEAGRI, lançou o Plano Safra 2014/2015, em 1º de julho de 2014, destinando o valor de 1,2 bi em crédito para este segmento, que envolve 665 mil famílias rurais, o equivalente a aproximadamente três milhões de baianos. O evento de lançamento do Plano abriu oficialmente na Bahia as comemorações ao Ano Internacional da Agricultura Familiar, instituído pela 66ª Sessão da Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

  • 2014

    Conquistas junto ao setor produtivo e o bom trabalho prestado pelos técnicos da ADAB, foram destacados na comemoração dos 15 anos da Agência, que aconteceu em 23 de janeiro desse ano, em sua sede, Ondina. O evento contou com a presença de funcionários, ex-funcionários e entidades parceiras.

  • 2014

    O ex-deputado federal constituinte feirense Jairo Carneiro, assumiu, em 20 de janeiro de 2014, a pasta da Agricultura em substituição ao engenheiro agrônomo Eduardo Salles. A solenidade de transmissão de cargo aconteceu no auditório da SEAGRI. No mesmo ato, o superintendente de Atração de Negócios, Jairo Vaz, assumiu a chefia de gabinete. 

  • 2013

    Inauguração da 1ª ETAPA DAS OBRAS DE REFORMA DA SEDE DA SEAGRI, um compromisso que o Secretário e sua equipe assumiram no início da gestão e realizada com muito entusiasmo, mas não sem dificuldades! Foram entregues ainda os novos acessos ao edifício, o andar mezanino e o tão esperado refeitório da SEAGRI. Na oportunidade, aconteceu também o lançamento do novo PORTAL DE NOTÍCIAS da SEAGRI, com formato mais dinâmico e atual, consolidando a ferramenta como uma alternativa para disseminação das ações da Secretaria na Internet, atraindo uma rede de parceiros ainda maior por toda parte.

  • 2013

    Com o objetivo de apoiar os produtores rurais ao oferecer condições favoráveis à manutenção e expansão das atividades de forma competitiva e sustentável, o Plano Safra 2013/2014 garante R$ 5,5 bilhões para agropecuária da Bahia. Do total dos recursos, R$ 4,3 bilhões são destinados ao agronegócio e R$ R$ 1,2 bilhão para a agricultura familiar. O Plano Safra Bahia 2013/2014 foi lançado em 13.08.2013, em cerimônia com a presença do governador Jaques Wagner, no Parque de Exposições de Salvador.

  • 2012

    O Governador Jaques Wagner sancionou a LEI Nº 12.626 DE 28 DE DEZEMBRO DE 2012, que alterou a nomenclatura e a finalidade da Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária – SEAGRI, passando a denominar-se Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Reforma Agrária, Pesca e Aquicultura – SEAGRI e a ter por finalidade formular e executar a política de desenvolvimento da agropecuária, incluída a agricultura familiar, da piscicultura e da aquicultura, cooperativismo, irrigação, e reforma agrária, bem como promover e executar a defesa sanitária animal e vegetal, o controle e a inspeção de produtos de origem agropecuária, da pesca e da aquicultura.  Esta Lei entrou em vigor na data de sua publicação, em 28 de dezembro de 2012. Esta mudança foi uma iniciativa da gestão do Secretário Eduardo Salles (2010-2013).

  • 2011

    MODERNIZAÇÃO E EFICIÊNCIA. Essas foram as palavras que nortearam o I Encontro da SEAGRI, que reuniu mais de mil servidores da SEAGRI e órgãos vinculados (ADAB, EBDA, BAHIA PESCA, CDA), superintendências e coordenadorias, no Hotel Stella Maris, em Salvador, 07.11.2011. O objetivo desse encontro inédito foi debater com os funcionários as formas de tornar mais eficiente a gestão pública e a prestação de serviços à população, além de proporcionar a integração e o conhecimento da Família SEAGRI.

  • 2010

    SEAGRI resgata 115 anos de história em homenagem a ex-secretários. O sucesso é resultado do que se constrói ao longo do tempo. É com esse lema que a Secretaria da Agricultura do Estado fez uma homenagem aos 45 ex-secretários que ocuparam a Pasta da Agricultura. “São 115 anos de uma história que não poderia ser esquecida”, declarou o secretário Eduardo Salles, ao inaugurar, o painel com a galeria de fotos daqueles que se dedicaram ao desenvolvimento agropecuário baiano. Salvador, 20/12/2010.

  • 2007

    Em 2007, no Governo Jaques Wagner, o Decreto nº 10.594, de 22.11.2007, aprova o novo Regimento da Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária - SEAGRI.

     

  • 2006

    Em 2006, a Lei nº10.549, de 28.12.2006, que modifica a estrutura organizacional da Administração Pública do Poder Executivo Estadual, cria, na Secretaria da Agricultura - SEAGRI, a Superintendência de Agricultura Familiar, com a finalidade de orientar, apoiar, coordenar, acompanhar, controlar e executar programas e atividades voltados ao fortalecimento da agricultura familiar.

  • 2003

    O Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável - CEDRS foi criado (Decreto n° 8.487, de 11.04.03) como órgão colegiado da SEAGRI, com a finalidade de promover, em consonância com programas do Governo Federal, o desenvolvimento rural sustentável do Estado, o fortalecimento da agricultura familiar, o acesso à terra e a diversificação das economias rurais.

    A Lei nº 8.889, de 01.12.2003, que dispõe sobre a estrutura dos cargos e vencimentos no âmbito do Poder Executivo do Estado da Bahia, estrutura as carreiras de Especialista em Fiscalização, Técnico em Fiscalização, Especialista em Regulação e Técnico em Regulação e determina que os referidos cargos efetivos lotados na SEAGRI passam a integrar o quadro de lotação da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia - ADAB.

  • 2002

    Com a Lei nº 8.538, de 20.12.2002, que alterou a estrutura organizacional do Poder Executivo Estadual, foi extinta a Diretoria de Desenvolvimento Florestal, transferindo suas atividades para a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, ora criada. Pela mesma Lei, a Empresa Baiana de Alimentos S.A. - EBAL foi remanejada para a Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração - SICM.

  • 1998

    A Coordenação de Reforma Agrária e Associativismo foi transformada em órgão em regime especial de administração direta, com a finalidade de executar as atividades e procedimentos que lhes forem delegadas ao Estado, pela União, visando a agilização do processo de execução da reforma agrária (Lei n° 7.311, de 02.02.98). Posteriormente, através do Decreto nº 7.538, de 08.03.1999, a Coordenação de Reforma Agrária e Associativismo - CORA passa a chamar-se Coordenação de Desenvolvimento Agrário - CDA, absorvendo as funções do extinto INTERBA.

     

  • 1995

    Em 1995, pela Lei 6.812, de 18.01.1995, foram criados os Departamentos de Defesa Agropecuária com a finalidade de promover e executar a defesa sanitária animal e vegetal, o controle e a inspeção dos produtos de origem animal e vegetal e o Departamento de Desenvolvimento Florestal, com a finalidade de coordenar, supervisionar e executar a política florestal, no âmbito do Estado.

     

  • 1995

    Em 16 de agosto de 1995, com o tema 100 ANOS DA SEAGRI: UMA HISTÓRIA DO TAMANHO DA AGRICULTURA DA BAHIA, a Secretaria da Agricultura comemorou 100 anos de atividades. Uma trajetória indissoluvelmente ligada à história da agricultura baiana e com um leque bastante amplo de funções. Na oportunidadede foi lançado o Selo Comemorativo 100 ANOS, representado por Ceres, a deusa grega da terra cultivada. 

  • 1992

    Com as modificações estruturais proporcionadas através da Lei n°6.074, de 22.05.91, a Pasta passaria à denominar-se Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária, sendo extintas a Coordenação de Desenvolvimento Agrícola, Coordenação de Produção Agrícola, Serviço de Parques e Eventos, Departamento de Desenvolvimento Florestal, Departamento de Desenvolvimento Agro-industrial, Conselho Estadual de Agropecuária e Abastecimento e o Instituto Biológico da Bahia, sendo suas atividades, acervo e obrigações transferidos para a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola S.A. - EBDA.

     

  • 1991

     

    Durante toda a sua trajetória, a SEAGRI teve outras denominações e mudanças na organização. Em 1991, a Lei nº 6.074, de 22 de maio, modifica a estrutura organizacional da Administração Pública Estadual, alterando a Secretaria da Agricultura para Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária - SEAGRI, estabelecendo como sua finalidade "formular e executar a política de desenvolvimento da agropecuária, abastecimento, cooperativismo e reforma agrária". Firmando-se, a partir de então, no objetivo de construir uma relação dinâmica com todas as esferas do processo produtivo, sejam agentes oficiais ou privados, para garantir a prosperidade da agricultura baiana.

  • 1989

    Em 1989, seriam extintos o Instituto Baiano de Desenvolvimento Florestal e Recursos Naturais e a Fundação Centro de Planejamento Agrícola - CEPA, em decorrência de alterações na estrutura da administração pública do Estado (Lei n°5.121, de 06.07.89) e criado o Conselho Estadual de Agropecuária e Abastecimento (Lei n°5.469, de 13.10.1989).

  • 1986

    Considerando a destacada importância do setor pecuário, o Conselho Coordenador da Política Pecuária do Estado (Dec. n°33.064, de 30.04.86), vinculado à Pasta passou a congregar as diversas entidades ligadas ao setor. A Lei que dispôs sobre modificações na estrutura da administração pública do Estado levaria à extinção, na Secretaria, da Coordenação de Programas Especiais de Desenvolvimento, dos Centros Regionais de Informações Agrícolas, e da Fundação Cruzeiro do Mocó; à alteração da denominação da Coordenação de Desenvolvimento Agrário para Coordenação de Desenvolvimento Agrícola, e da autarquia Instituto Baiano de Fomento Agrícola para Instituto Baiano de Desenvolvimento Florestal e Recursos Naturais (Lei n°4.697, de 15.06.87).

  • 1985

    Em 1985, a participação da Secretaria na execução do Programa de Desenvolvimento da Região Nordeste - Projeto Nordeste e do Programa de Apoio ao Pequeno Produtor Rural - PAPP, definiu como órgãos executores o Instituto Baiano de Fomento Agrícola - IBF, Instituto Biológico da Bahia - IBB, Instituto de Terras da Bahia - INTERBA, Empresa de Pesquisa Agropecuária da Bahia S/A - EPABA, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Bahia - EMATERBA, Centrais de Abastecimento da Bahia S/A - CEASA, e Companhia de Adubos e Materiais Agrícolas da Bahia - CAMAB (Decreto nº 31.700, de 20.05.1985); a implantação e coordenação de política de pesquisa, produção, comercialização e distribuição de sementes e mudas no Estado levaria à criação da Comissão Coordenadora da Política Estadual de Sementes e Mudas (Dec. nº 31.744, de 30.05.1985)

  • 1980

    Após a sua desvinculação institucional da Indústria e Comércio, a função agricultura teve criado, no âmbito de sua Pasta, o Conselho de Pesca do Estado da Bahia (Decreto n° 27.498, de 27.08.80). No ano seguinte (Decreto nº 28.311, de 15.10.1981), seria criado o Programa Estadual para Aproveitamento de Várzeas Irrigáveis, com a finalidade de promover o aproveitamento racional e gradativo de áreas de várzeas, em nível de propriedade rural.

     

  • 1895

    Criada sob o regime republicano através da Lei nº 115, de 16 de agosto de 1895, com a denominação de Secretaria da Agricultura, Viação, Indústria e Obras Públicas, absorvendo à época diversas atividades da administração pública baiana. O primeiro secretário nomeado foi Arlindo Fragoso que atuou de 1895 a 1896. Mais tarde, como Secretaria da Agricultura, Indústria e Comércio agrega às suas atividades aquelas pertinentes ao setor secundário, configurando-se como pasta econômica, com uma visão global do processo produtivo. Com as mudanças ocorridas após a Segunda Grande Guerra o setor agrícola brasileiro sofre uma reestruturação e a Secretaria da Agricultura passa a preocupar-se com problemas mais específicos, como armazenagem, abastecimento e outros, dirigindo a sua atuação para pesquisa, assistência técnica, defesa e prestação de serviços. Neste percurso ocorrem outras denominações e mudanças na organização

Secretários

rodape-recomendacoes

Recomendamos Internet Explorer 8 ou superior e Mozilla Firefox 14 ou superior
Resolução mínima 1024 x 768